São João dos Patos: Professores da Rede Estadual do Ensino protestam contra Governo do Estado, que concedeu reajuste de 8%; categoria exige aumento de 33,24%

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Na manhã desta quinta-feira (10), professores da rede estadual de ensino realizam um protesto em São João dos Patos. A categoria cobra do governo do Maranhão um reajuste salarial de 33,24%, com base na portaria assinada pelo presidente da república Jair Bolsonaro (PL).

A reivindicação é pelo descumprimento do governo em relação a dois documentos legais, além do piso o Estatuto do Educador, que diz que o reajuste deve ser feito no mês de janeiro, e pelo pagamento do reajuste determinado pela Lei do Piso, pelo MEC, que é de 33,24%.

A manifestação teve início por volta das 8h30, com concentração em frente a Escola Dr. Paulo Ramos e seguiu em passeata pelas principais ruas de São João dos Patos.

Alguns professores reclamam ainda da inércia do sinproessema, Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão, historicamente aliado ao governador Flavio Dino, tendo entre seus principais diretores, membros do PCdoB do Maranhão.

Reajuste de professores

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Educação, Milton Ribeiro, assinaram na última sexta-feira (4), no Palácio do Planalto, a portaria que oficializa o novo piso salarial dos professores da educação básica da rede pública. O valor passará de R$ 2.886 para R$ 3.845,63.

Segundo a lei do piso salarial dos professores, sancionada em 2008, o reajuste deve ser feito anualmente, no mês de janeiro. O piso salarial é definido pelo governo federal, mas os salários da educação básica são pagos pelas prefeituras e pelos governos estaduais.

De acordo com a Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação, mais de 1,7 milhão professores serão beneficiados pelo reajuste em todo o país.

Facebook Comments Box
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.