Novo lixão de São João dos Patos poderá causar danos irreversíveis em nascentes e lençóis freáticos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

A transferência do lixão localizado do povoado Pinga para as proximidades da região conhecida por “nove curvas”, tem causado enorme preocupação aos moradores daquelas localidades, a razão não é apenas ter que conviver com o mau cheiro e os urubus.

O problema é bem mais grave e pode ter consequências gravíssimas, os moradores reclamam que por o lixão se encontrar  próximo a entrada de um vão  que dá acesso a alguns riachos e pelo fato do terreno ser declinado, as chuvas transportam o lixo, até as nascentes dos riachos, lixo esse, que tem várias origens (doméstico, animal, hospitalar e até dejetos ), poluindo assim a água que é consumida pela população local e animais da região, tal localidade se estende do povoado Marruais a até a Lagoa Grande.

O fato tem causado revolta no moradores da região que já ingressaram com uma ação no Ministério Público, numa tentativa desesperada de obter uma solução em caráter de urgência, antes que o problema se agrave ainda mais. Outro receio dos moradores é que este lixo transportado pela chuva penetre no solo e alcance os lençóis freáticos, fazendo com que a água consumida nos poços seja contaminada por agentes condutores de enfermidades, como bactérias, vírus, fungos, parasitas.

O riacho que passa por vários povoados, como Caminho Velho, Mata Formosa, Marruais, entre outros, se estendendo até a Lagoa Grande, segundo alguns moradores, este desagua no Rio Itapecuru, o que torna o assunto ainda mais sério,  necessitando assim da atenção de instituições como o IBAMA e órgãos estaduais, para que se tomem as medidas necessárias e se evite um desastre de proporções maiores.

Acompanhe o vídeo realizado por um cidadão que mora na região afetada..

 

Facebook Comments Box
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Sem categoria