Licitação do Carnaval 2017, Passados quase 1 ano, no que deram as Denúncias dos Vereadores da Oposição?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Hoje quase 1 (um) ano depois da folia momesca de 2017 e das denúncias apresentadas pelos vereadores da oposição acerca de uma suposta irregularidade na licitação para realização do evento,  a população aguarda o desfecho de uma das maiores polêmicas e escândalos do governo participativo, sobre a gestão da Senhora Gilvana Evangelista.

Segundo informações dos vereadores que com apresentaram a denúncia, o processo encontra-se com o Ministério Público ainda em fase de investigação e a este caberá impetrar ou não com uma ação judicial cabível, de acordo com o parecer do Promotor de Justiça.

Relembremos:

A dona da empresa KM Produções, que venceu a licitação para contratação de bandas que animaram o carnaval em 2017 , possuía cargo na Prefeitura e portanto não poderia sequer concorrer, a mesma também é sabidamente esposa do Vereador Marcio Kizoeira (PDT)  vocalista de uma das bandas que trabalharam naquele ano e que coincidentemente faz parte da base aliada da gestão da prefeita Gilvana.

A notícia repercutiu bastante no início da gestão da Senhora Gilvana, sendo tema de vários debates na Tribuna da Câmara de Vereadores de São João dos Patos.

Provas apresentas na época mostram que a Senhora  Keyla Sodré aparece na folha de pagamento do município com o cargo de diretoria grau II. com uma remuneração R$2.100,00 dos cofres do município.

A denúncia, segundo a Promotoria, chegou ao conhecimento do MP-MA por meio de “número considerável de vereadores da cidade”, que foi ao órgão relator, no dia em que a licitação ocorria.

Os primeiros procedimentos adotados pelo Ministério Público na época foram a coleta de informações, depoimento, certidões, perícias e demais diligências, cópias do ofício foram encaminhado à CPL de São João dos Patos, solicitando notícias sobre a licitação que consagrou a K. Maria Sodré de Souza como vencedora. O mesmo documento foi encaminhado, também, para o secretário municipal de Administração, cobrando documentação referente à prestação de contas do carnaval de 2017 em São João dos Patos.

Os parlamentares denunciaram ainda, posteriormente, que a quantia a ser paga pela prefeitura foi lançada antes do ato licitatório a proprietária da K. Maria Sodré de Souza. Inclusive, diz a denúncia, o nome de constava no Portal da Transparência do município, mas, após denúncias de populares em redes sociais sobre o caso, ele foi retirado do portal orçamentário.

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *