Governo dialoga com feirantes sobre reforma do Mercado da Cidade Operária

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Com mais de 30 anos de funcionamento, pela primeira vez o Hortomercado da Cidade Operária vai passar por reforma e ampliação. O projeto foi apresentado pela equipe do Governo do Estado aos feirantes nesta segunda-feira, 29.

“Esta reunião tem duas finalidades, apresentar o projeto arquitetônico e mostrar o que está sendo feito e será feito para a gestão do mercado. É um trabalho que envolver várias secretarias, porque envolve não só abastecimento, como segurança e saúde”, explica o secretário de Governo, Antônio Nunes.

A comissão responsável pela obra é formadas pelas secretarias estaduais de Governo (Segov), Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e Infraestrutura (Sinfra), que dialogou com os feirantes sobre projeto, etapas da obra e gestão do mercado.

O secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, destaca que essa é uma das várias ações conduzidas pelo Governador do Estado na área da Cidade Operária. “A reforma e ampliação do mercado é mais uma obra que está formatada pelo modelo adotado pelo governo Flávio Dino, que é dialogando com as comunidades, identificando as necessidades e trabalhando para sejam atendidas através de um equipamento publico que seja eficaz, que tenha um projeto bem elabora e uma execução da mesma forma. Já estamos fazendo a complementação da obra do 6º Batalhão da Cidade Operária, que será concluída no mês de agosto e agora vamos avançar mais essa etapa para a conclusão do projeto do mercado”, disse.

A reforma do mercado da Cidade Operária inclui adaptação do prédio principal e ampliação do galpão auxiliar, mudança de cobertura e estrutura, readequação do sistema elétrico, obras de acessibilidade e estacionamento. O orçamento estimado é de R$ 11 milhões.

Dona Maria José Souza estava emocionada de ver o projeto. “Nossa história é de 30 anos, já era hora. Estou emocionada com essa reunião, juntando pessoas que vem lutando por essa causa e o governo que está disposto a ajudar, a fazer e vem atendendo às nossas demandas”, disse.

O Hortomercado da Cidade Operária é um dos espaços que vem reformados ou adequados pelo Programa de Feiras e Mercados da Sagrima, que inclui ainda os mercados do Peixe, Vinhais, Maiobão e Turu, em São Luís, e estabelecimentos no interior do estado, como o de Chapadinha, como ressalta o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser. “O Governo do Estado e a Sagrima vem realizando uma série de melhorias nesses mercados e feiras para que possamos não só ampliar o abastecimento, como disponibilizar com sanidade os produtos, contribuindo para melhoria da renda dos feirantes e comerciantes e para a qualidade de vida da nossa população como um todo ”, enfatizou.

Facebook Comments Box
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Sem categoria