mar 20

Governo lança edital para contratação de professores para os Centros de Educa Mais

Resultado de imagem para oportunidade

O Governo do Maranhão divulgou, nesta quinta-feira (15), edital de processo seletivo simplificado para contratação temporária de 108 professores e formação de cadastro reserva, para atuarem nos Centros Educa Mais (Tempo Integral), situados nos municípios, nas zonas urbanas e rurais, das Unidades Regionais de Educação: Açailândia, Balsas, Barra Do Corda, Chapadinha, Caxias, Codó, Imperatriz, Itapecuru Mirim, Pedreiras, Pinheiro, Presidente Dutra, São João dos Patos, São Luís, Timon, Viana e Zé Doca.

As inscrições serão gratuitas e devem ser realizadas a partir das 0h de segunda-feira (19) até às 23h59 do dia 23 (sexta-feira), exclusivamente, pelo endereço eletrônico da Secretaria de Estado da Educação (Seduc): www.educacao.ma.gov.br.

O candidato deverá preencher a ficha de inscrição, disponibilizada no portal da Seduc, e entregá-la junto com os documentos e títulos, no período de 19 a 26 de março, das 13h às 19h, conforme endereços indicados no edital do seletivo, também disponível no site da secretaria.

O processo seletivo para professores para atuarem na Educação Básica, nos Centros Educa Mais, será composto de Avaliação Curricular de Títulos e experiência profissional docente, e será realizado em etapa única. O seletivo tem caráter eliminatório e classificatório e serão considerados aprovados os candidatos que comprovarem possuir os requisitos básicos necessários à disciplina pleiteada.

Os candidatos, dentro do limite de vagas, serão contratados pela Seduc em regime de 40 horas de trabalho semanais.

A divulgação do resultado parcial do seletivo está prevista para o dia 14 de abril. Já a homologação do resultado final está prevista para o dia 25 de abril.

http://www.educacao.ma.gov.br/files/2018/03/EDITAL-N%C2%BA-004-2018-Processo-Seletivo-dos-Centros-Educa-Mais.pdf

mar 16

“O PIB do Maranhão cresceu mais que o da China”, destacou embaixador chinês em visita a Flávio Dino

A visita institucional teve como objetivo a aproximação entre os dois países e o estímulo a investimentos, com intercâmbio econômico dos empresários.

O embaixador Li Jinzhang e os empresários visitantes agradeceram a receptividade e destacaram o crescimento do PIB do estado noticiado pelo jornal Folha de São Paulo na última semana.

“O PIB do Maranhão cresceu mais do que o da China, isso mostra que o povo é trabalhador e que o governo está fazendo um bom trabalho”, afirmou.

Segundo o levantamento divulgado, o Produto Interno Bruto (PIB), a soma das riquezas produzidas no estado, teve crescimento de aproximadamente 10%. O crescimento chinês ficou em 6% em 2017 de acordo com o diplomata.

O embaixador também falou do interesse do país na aproximação: “Foi a primeira vez que tantos empresários me acompanharam numa visita. O Maranhão tem grande vantagem geográfica,  tem grandes potencialidades, acreditamos no desenvolvimento do estado e queremos participar dele”, declarou.

Desenvolvimento

O governador Flávio Dino agradeceu o interesse e destacou a geração de oportunidades para os maranhenses com as tratativas.

“Nós estamos prosseguindo o diálogo que iniciamos com o governo Chinês, com empresários chineses visando a ampliação de investimentos para o Maranhão”, afirmou.

Ele também comentou algumas das oportunidades já confirmadas: “Estamos assistindo a confirmação do investimento no complexo portuário de São Luís, teremos na próxima semana a missão atinente à siderurgia, e, dando passo a passo, com muita seriedade, temos esse ciclo de investimentos no nosso estado que é muito importante para a geração de oportunidades de negócio para empresas maranhenses e oportunidades de emprego de milhares de pessoas”, completou.

mar 12

Funcionários dos Correios entram em greve a partir desta segunda-feira

Motivo é possível mudança nos planos de saúde e fechamento de agências

Resultado de imagem para correios entram em greve

Funcionários dos Correios entrarão em greve a partir desta segunda (12) em todo o Brasil por tempo indeterminado. Apesar de a paralisação estar marcada para começar amanhã, profissionais que trabalham de madrugada já entram em greve a partir das 22h deste domingo.

Ainda não há determinação para que se mantenha um percentual mínimo de funcionários trabalhando. Nas greves de 2017, o número de pessoas que aderiram à paralisação não ultrapassou mais de um quarto dos servidores da categoria.

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (FENTECT), a paralisação é motivada principalmente por mudanças no plano de saúde dos funcionários que envolvem a retirada de cobertura de pais, cônjuges e filhos e a cobrança de mensalidades.

Após tentativas sem sucesso de acordo entre a empresa e os funcionários, o impasse será julgado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) a partir desta segunda.

Em nota à imprensa, os Correios afirmam que não conseguem sustentar financeiramente o plano de saúde: “A forma de custeio do plano de saúde dos Correios segue, agora, para julgamento pelo TST. A empresa aguarda uma decisão conclusiva por parte daquele tribunal para tomar as medidas necessárias, mas ressalta que já não consegue sustentar as condições do plano, concedidas no auge do monopólio, quando os Correios tinham capacidade financeira para arcar com esses custos.”

mar 12

Governo do Estado atinge a marca de nove escolas entregues em oito dias

O Governo do Estado chegou, na última semana, à marca de nove unidades de ensino entregues em oito dias. Os equipamentos de educação, inaugurados em várias regiões do estado, ofertam desde a educação infantil, passando pelo fundamental, até o ensino médio e profissional.

Foram duas escolas reformadas (em Davinópolis e São Vicente Ferrer); cinco Escolas Dignas construídas em substituição a estruturas precárias, nos municípios de Riachão (1) , Estreito (1) e Tuntum (3); além de dois Institutos de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) – um em Santa Inês e outro entregue à comunidade do Itaqui Bacanga, em São Luís.

A maratona dos últimos dias encerrou neste sábado (10) com a entrega de três Escolas Dignas em Tuntum, totalizando mais de R$ 1,5 milhão em investimentos que, segundo a comunidade dos três povoados que receberam as novas escolas, representam a conquista de um futuro certo para seus filhos e filhas.

“Eu sempre tive a esperança de que um dia meus filhos ou meus netos teriam uma escola decente, que a gente tivesse orgulho e as paredes não caíssem. Agora estou feliz por ver, em vida, uma escola assim”, revelou Rita dos Santos, avó de três crianças que estudarão na Escola Digna do povoado Canto Grande.

“Agora tem tudo, banheiros e condições para os nossos filhos estudarem. Estou feliz porque meus filhos estudarão bem perto de casa e também não vou precisar tirar eles daqui e levar para outro lugar”, acrescentou Edivânia Maria Gomes, mãe de aluno da Escola Digna no povoado Agrovila.

Paulo de Oliveira Silva, presidente da Associação de Moradores do povoado Santana Novo Marajá, a 150 km da sede do município de Tuntum, comemorou a realização de um sonho de dez anos, desde a fundação do lugarejo.

“Graças a Deus entrou um governador que se importou com a gente, pois era um sonho dessa comunidade, aquilo que a gente sonhava para os nossos filhos, uma escola digna”, realçou.

“O governo Flávio Dino trabalha para os estudantes maranhenses, com uma política de educação responsável e preocupada com a qualidade. A política é focada no regime de colaboração com os municípios, porque os estudantes e professores precisam de espaços adequados para desenvolverem atividades. O programa Escola Digna, criado pelo governador, é amplo, pois contempla não somente a construção de escolas, mas a assessoria aos municípios com formação dos professores. A determinação do governador é que as escolas também recebam kits pedagógicos para seus docentes”, destacou a secretária adjunta de Ensino da Secretaria de Estado da Educação, Nádya Dutra, que representou o Governo do Estado nas inaugurações em Tuntum.

“Vemos nos olhos das crianças que estão felizes por terem um local decente para estudar. Ninguém pode chegar a lugar nenhum sem educação. É na escola que se inicia a formação do cidadão. E graças ao governador Flávio Dino estas escolas chegaram aos povoados mais distantes de Tuntum. Aqui no município estamos construindo 52 novas salas de aula, 10 com o apoio do Governo do Estado, através das cinco Escolas Dignas entregues”, informou o prefeito Cleomar Tema.

Fonte: Seduc
Texto: Raphael Garreto
Foto: Cinaldo Oliveira

fev 28

Com os contratos um prefeito tem a garantia dos votos dos contratados e seus familiares

Em meio a polêmica que se espalha não só em nosso município, mas, em todo o país, quanto a questão de contratar ao invés de se realizar concurso público, vim por meio do meu blog, com meus argumentos e meu ponto vista, expor o que eu penso, logicamente não espero que todos concordem, até porque este é um debate extenso, onde haverão várias vertentes, vários interesses  e cada um de maneira democrática chegará a uma conclusão sobre o assunto e há que se respeitar isso.

Especificamente em São João dos Patos, vimos no início de 2017 a câmara aprovar com unanimidade o projeto enviado pelo executivo onde se autorizava ao município contratar servidores em caráter urgente e temporário, na época existia a prerrogativa de estarmos em início de governo e o  município não podia parar suas atividades, uma justificativa plausível, realmente, aguardar os tramites de um concurso público para termos garis, zeladoras, vigias, médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, etc, poderia acarretar prejuízo nos serviços prestados por esses profissionais.

Porém 01 ano se passou desde então e a prefeita novamente apresenta um projeto de lei que autoriza a ela novamente contratar servidores sem concurso público, tá de brincadeira! ora, se as contratações realizadas em 2017 foram em caráter urgente e temporário, isso significaria que as contratações seriam realizadas até que realizassem um concurso público, ou não?

Lembro-me dos discursos dos vereadores da situação, indagando que estes cobrariam a realização do concurso para 2018, mas, que naquele momento as contratações eram necessárias, pois bem, lembro-me também que até os vereadores da oposição acabaram aceitando que naquele momento os contratos eram realmente necessário, mas, e agora? não houve tempo suficiente para a realização de um concurso público? os cargos vagos não podem ser preenchidos por merecimento? Por que Sucupira do Riachão conseguiu realizar seu concurso, tendo inclusive vagas para procurador do município?

Por incrível que pareça desta vez apareceram até com a justificativa de que há servidores contratados que não passariam em um concurso público, acreditem, esta justificativa foi utilizada por simpatizantes do governo nas redes sociais, se não me engano, o número de contratados serão de 235, será que todos estes são idosos, que não possuem condições de passarem em concurso público? tá bom, neste caso  vamos punir quem estudou, se preparou e almeja o cargo público? Já tô aqui imaginando uma mãe falando pro filho: “oh meu filho que pena que você estudou, agora só tão pegando quem não passa em concurso público”.

Vamos parar com a  hipocrisia e vamos discutir o assunto forma direta, os contratos em nosso país são cabides de empregos e o traço comum entre os contratados é que nenhum entrou no serviço público através de concurso ou seja entram através de “favor” e, geralmente, estes se tornam “importantes  cabos eleitorais”, aí vem a famosa frase: “vou ajudar quem me ajudou”, levando consigo normalmente grande parte da família ou eu tô mentindo?

Com os contratos um prefeito não tem apenas a garantia de que terá os votos dos contratados e seus familiares, abuso no uso da máquina pública, mas garante também uma “militância” de campanha comprada, afinal, o servidor contratado tende a querer retribuir o favor oferecido, já o concursado não tem essa “obrigação” já que exerce o cargo por méritos próprios, taí aí o porque da maioria dos prefeitos “preferirem” o processo contratual.

Outro motivo é o fato do contratado não ter vínculo com a prefeitura, podendo ser demitido a qualquer momento, se não rezar na cartilha do gestor que o empregou, cai fora, não vai poder reclamar se o salário atrasar, não vai poder cobrar direitos trabalhistas, décimo terceiro sem pensar, sua posse no cargo tem dia e hora para acabar, então é ou não é conveniente para o administrador público? então o contratante não tem  nada de bonzinho e favor na verdade quem está fazendo muitas vezes é o contratado.

Em muitos casos a máquina pública é usada não apenas com contratos temporários de salários mínimos. É também distribuída na forma de cargos comissionados, aluguel de terrenos, carros e imóveis. Outros aliados são beneficiados em licitações milionárias, infelizmente isso é observado em vários municípios brasileiros.

Uma triste realidade em um quadro que insiste em não mudar.

 

 

fev 28

Por que a Vereadora Thuany incomoda tanto?

Thuany Costa candidata número 17001 pelo PSL, concorre ao cargo de vereadora, São João dos Patos/MANenhum vereador é tão citado, tão atacado pelos aliados do governo participativo como a vereadora Thuany Costa e a razão simples, esta lidera uma oposição ferrenha ao governo de Gilvana Evangelista, mas, não é qualquer oposição, o maior diferencial desta vereadora é a coerência e o conhecimento de causa, suas colocações são sempre muito bem embasadas e argumentadas.

Reconhecida por ser uma mulher guerreira, competente e incansável, a vereadora começou incomodar nas primeiras sessões da câmara, quando indagava a questão da licitação do carnaval patoense em 2017, quando a mesma começou a se fazer presente nas licitações seguintes,  seguindo com uma fiscalização obstinada, seguidas de denúncias que incomodam um governo desacostumado com críticas.

Uma das parlamentares mais atuantes nos últimos anos na Câmara Municipal, Thuany tem mostrado que trabalho se faz com compromisso e este é um quesito que a vereadora tem em abundância, sua assiduidade tem incomodado aqueles que já construíram ninho na Câmara, mas nunca fizeram nada pela população, em pouco mais de um ano de mandato, a vereadora buscou seu espaço e tem trabalhos prestados a população.

O fato de ser esposa do principal nome da oposição na atualidade, poderia fazer com que a vereadora ficasse  a sombra de Dr. Alexandre, mas, Thuany trilhou o seu caminho, traçou suas metas e hoje é também uma liderança política  forte, vista por muitos até como o nome para disputar as eleições em 2020.

Resumindo, Thuany é a nova cara da oposição, uma oposição diferente das que acompanhamos nos últimos anos, esclarecida, presente, que aponta as falhas de forma inteligível e perceptível, o que deixa qualquer governo incomodado, pois exige dos mesmos também conhecimento, afinal, a contra argumentação deve ser do mesmo nível e isso não é fácil quando se trata de bater em frente com a Thuany, que se baseia em fatos e não somente em atos, para elaborar suas críticas e denúncias.

fev 28

Carlos Brandão prestigia posse do presidente do TST

O vice-governador Carlos Brandão esteve em Brasília nesta segunda-feira (26), para prestigiar João Batista Brito Pereira, eleito presidente do Tribunal Superior do Trabalho para o biênio 2018-2020. Disputada, a posse dos novos dirigentes aconteceu no Plenário Ministro Arnaldo Sussekind, no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília. Além de seu presidente, tomaram posse também Renato de Lacerda Paiva, vice-presidente, e Lélio Bentes Corrêa, corregedor geral.

“Com muita alegria, recebi o convite para participar desta cerimônia. Ela marca mais uma vitória de um homem que trilhou com brilhantismo a sua carreira e muito orgulha o nosso Maranhão”, elogiou o vice-governador.

“Assumir a presidência dessa Corte, a que me vinculo a profundos laços profissionais, é, para mim, uma honra. Recebo o cargo com humildade e ciência da enorme responsabilidade e desafios que tenho pela frente. Sou maranhense, nascido e alfabetizado em um pequenino povoado da minha Sucupira do Norte. Assumo esse Ministério enxergando o desenvolvimento e o fortalecimento da Justiça do Trabalho, tudo na direção da paz das relações de trabalho”, rememorou o mais novo presidente do TST, ao narrar aspectos de sua vida que o fizeram chegar à Corte. O presidente também reforçou que priorizará a adequação da jurisprudência da Corte à nova lei trabalhista, que entrou em vigor em novembro de 2017.

Trajetória profissional de João Batista Brito Pereira

Nasceu em Sucupira do Norte (MA), em 04 de setembro de 1952. Bacharel em Direito formado pelo Centro Universitário do Distrito Federal – UDF. Pós-graduado em Direito Público. Foi advogado militante e consultor na área jurídica de 1982 a 1990. Em 1991, concluiu o Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia na Escola Superior de Guerra.

Ingressou no Ministério Público do Trabalho em maio de 1988. Foi promovido procurador do Trabalho de primeira categoria (em agosto de 1988). Promovido, por merecimento, a subprocurador-geral do Trabalho (em 1989), cargo que exerceu até sua posse no cargo de ministro do Tribunal Superior Trabalho, em 31 de maio de 2000.

Fonte: Vice-governadoria
Texto: Aline Cristina
Foto: Arquivo/TST

fev 28

Governo anuncia recomposição salarial para professores da rede estadual

O governador Flávio Dino concedeu, nesta terça-feira (27), recomposição salarial a todos os integrantes do Subgrupo Magistério da Educação Básica do Maranhão e professores contratados. A medida, que vai na contramão da maioria dos estados brasileiros, que até o momento não concederam qualquer percentual à categoria, terá impacto anual de R$ 115 milhões na folha de pagamento do Estado.

A recomposição no percentual de 6,81% concedida aos professores da Rede Pública Estadual será paga sobre o vencimento em duas parcelas, sendo 2,71%, implantada no mês de março, e, a segunda, de 3,99% em junho.

Após a implantação integral da recomposição, um professor em início de carreira com 40 horas de jornada semanal terá remuneração de R$ 5.750, 83. Já o docente em início de carreira, com 20 horas semanais receberá o equivalente a R$ 2.875,41.

Aos professores contratados, o Governo do Estado fará a recomposição salarial equiparando os vencimentos ao valor estabelecido pela Piso Nacional em 2018, retroativo ao mês de janeiro.

“Nós governamos em uma conjuntura muito hostil, em todos os sentidos. Temos feito um esforço grande para manter nossas obrigações e ampliar investimentos públicos, principalmente na educação. Essa é uma conquista importante e histórica para a categoria, que reflete em melhorias na área”, destacou Flávio Dino.

Além do aumento na remuneração dos professores, o governador Flávio Dino já concretizou inúmeras ações e benefícios, que representam muito mais do que o cumprimento de direitos, mas, principalmente, conquistas históricas para os professores.

Entre elas, concurso público para 1.500 professores com carga horária de 40h pela primeira vez na história, incluindo 230 vagas para profissionais da Educação Especial e realizará um novo concurso previsto na lei orçamentária para 2018, com oferta, pela primeira vez, de vagas para educação indígena, educação no campo e quilombola.

O governo também avançou na concessão das gratificações nunca antes implantadas, como as de dedicação exclusiva para a educação integral e de educação inclusiva, para os docentes da rede estadual, além do reajuste da gratificação para gestores escolares.

Também realizou de forma inédita no estado concursos internos para ampliação de jornada e unificação de matrículas, beneficiando 1.200 professores em 2017 e mais 1.200 em 2018.

Nos últimos 3 anos, realizou o maior número de estímulos profissionais em igual período de tempo da história: mais de 22 mil progressões, promoções, titulações.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), Raimundo Oliveira, destacou que reconhece o esforço do governo, mesmo diante da crise econômica que assola o país, a categoria obtém inúmeras conquistas.

“E uma proposta aceitável, porque atende dois pontos que é a recomposição sobre o vencimento e o valor integral do percentual. Estamos saindo com um ponto atendido. O Maranhão está saindo na frente com essa recomposição. Isso é fruto do diálogo com o governo do Maranhão que antes não tínhamos”, destacou.

 

Fonte: Seduc
Texto: Rafael Garreto
Fotos: Gilson Teixeira

fev 20

O diabo e o escritor

 

Resultado de imagem para diabo engraçado

O diabo tava cansado de ser visto como vilão

Não aguentava mais a imagem de mentiroso, bandido e ladrão

Precisava urgentemente de uma solução

A esposa sugeriu ao diabo ir buscar

nas redes sociais alguém para lhe gabar

Facebook, zap zap, é terra sem fundamento

Se for bem escrito, cavalo vira jumento

Réu é inocentando antes do julgamento

O Diabo se animou com aquela explanação

e saiu a procurar quem fizesse a redação

Buscou por todo inferno em tudo quanto é canto

Mas não tinha quem quisesse escrever aquele conto

Afinal como fazer o diabo virar santo?

Já desanimado com a complicada missão

O Diabo foi procura em outra região

Quem aceitasse o encargo em troca de aquisição

Um homem disse logo, faço todo o escrito

Em troca de dinheiro faço o diabo ficar bonito

Até Deus vai imaginar que o cujo virou bendito

Nas primeiras narrativas o indivíduo indagava

que o capeta era perseguido por quem o invejava

Que nunca fizera um mal, nem pecado carregava

A notícia bem criada de início agradou

Teve até um fiel que pro Diabo rezou

pedindo perdão pelas vezes que Lúcifer xingou

Mas um dia perguntaram pro tal do escritor

Se ele amava o cão e bem longe ele pulou

Sai de retro e vá prá longe com esse seu entrevero

Se eu defendo o diabo é por causa de dinheiro

Deus me livre e guarde deste anjo zombeteiro

Ele me procurou porque tenho boa escrita e disso me gabo

Mas só com muito dinheiro para defender o diabo

A voz do povo não é a de Deus como diz aquele ditado

Pois acreditam na internet e esquecem o sagrado

Vai e diz ao mundo que não é do meu agrado

Escrevi pela ganância e estou excomungado

As falas do escritor bem depressa se espalhou

O diabo que virou santo ao inferno voltou

As palavras do escritor caíram pelo chão

O diabo voltou a ser mentiroso, bandido e ladrão.

fev 15

Os protestos e críticas que marcaram o Carnaval do Rio de Janeiro

As escolas de samba não pouparam alfinetadas ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, e ao presidente Michel Temer

No Rio de Janeiro (RJ), as escolas de samba incendiaram críticas e insatisfações ao prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), e ao presidente Michel Temer (MDB).

A Paraíso do Tuiuti, que apresentou um enredo dedicado ao tema “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão? ”, por exemplo,  levou um “vampiro Temer” para a avenida.

Em um dos carros alegóricos, uma imagem de “drácula” foi caracterizada de terno e faixa presidencial, numa alusão ao presidente. Além da escravidão, a ala também abordou temas como racismo e a recente reforma trabalhista, aprovada pelo governo no ano passado.

Resultado de imagem para paraiso do tuiuti carnaval

 

Quarta escola a desfilar na Sapucaí, no Rio de Janeiro, na madrugada de domingo (11) para segunda-feira (12), a Paraíso do Tuiuti ocupava, horas depois de sua apresentação, o topo dos assuntos mais comentados no Twitter em todo o Brasil.

No canal do YouTube Brasil, desfile da escola de samba era o vídeo mais assistido desta segunda-feira (12).

Nas redes sociais, diversas pessoas afirmaram que a escola deve aparecer entre as mais bem colocadas na apuração das notas do Grupo Especial, na Quarta-feira de Cinzas. O historiador e especialista em Carnaval Luiz Antonio Simas comentou, no Twitter: “Plasticamente, Tuiuti faz o melhor desfile da noite”.

Com a pergunta “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”, do carnavalesco Jack Vasconcelos, a escola mostrou a história da escravidão no Brasil e no mundo, e ainda fez críticas à recente reforma trabalhista aprovada pelo Congresso e às relações de trabalho no país. O samba levantou o público nas arquibancadas, que aplaudiu com entusiasmo a escola.

A comissão de frente emocionou, com encenação de escravos sendo açoitados por um capataz, e depois sendo benzidos por pretos velhos.

 Paraíso do Tuiuti durante o desfile de Carnaval no Rio de Janeiro

Outros destaque foram carros alegóricos mostrando carteiras de trabalho gigantes, e um vampiro com a faixa presidencial – o “presidente vampiro” do neoliberalismo.

Mãos manipulando “marionetes” vestindo verde e amarelo também marcaram presença. A ala com fantasias de ‘manifestantes fantoches’ ironizava manifestantes que pediram impeachment.

Resultado de imagem para paraiso do tuiuti carnaval

Imagem relacionada

Resultado de imagem para paraiso do tuiuti carnaval

 

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress