fev 02

Confira as Bandas que animarão o Carnaval 2018 em São João dos Patos

Após uma enorme expectativa sobre a realização do Carnaval patoense, enfim os foliões começam a se animar para a festa momesca, hoje 02 de fevereiro, o porta voz do governo participativo e esposo da prefeita Gilvana Evangelista anunciou oficialmente os nomes de algumas bandas que animarão os foliões na Praça de Eventos, logicamente ainda serão adicionadas outras bandas, principalmente as bandas locais, que sempre fazem bonito e são destaques em nosso carnaval.

Vejamos a lista das bandas anunciadas hoje:

Sábado

Fabrícia e Banda, Chica Égua e Jhonny e Banda o Bebê.

Domingo

Chicana, Os Meninos de Barão e Frank e Eduardo

Segunda-feira

Nanaê, Márcio Kizoeira e Nana Axé

Terça-feira

Neto Gasparzinho e Danny Melody

Comentários

As bandas estão condizentes com a atual realidade de nosso município, com dificuldades financeiras, o governo buscou bandas que tocarão nos blocos carnavalescos e em cidades vizinhas, a um custo razoável e benefício garantido, bandas como  Fabrícia e Banda, Nanaê,  veteranos no carnaval patoense, o público gosta e  sempre agrada, juntamente com Chicana com certeza sabem animar a plateia, outros como Chica Égua, Jhonny e Banda o Bebê, Neto Gasparzinho, tem um público mas específico, que apreciam mais a swingueira, normalmente agrada galera mais jovem, temos ainda Os meninos de Barão, Kizoeira e Frank e Eduardo, que dispensam comentários, todos conhecem bem e o povão adora, destaque pro vocalista Márcio do Kizoeira, vereador de nosso município, sempre com grandes apresentações.

Todo indica que teremos mais um bom carnaval, as bandas se não são aquelas de outros anos, famosas e caras, são bandas que agradam o povo e garantem a alegria dos foliões, aliás, os foliões deverão ser o destaque mais uma vez do carnaval, afinal, ninguém brinca um carnaval como o povo patoense, temos isso em nosso DNA, alegria e diversão é com a gente mesmo, ainda temos a prerrogativa de fazermos isso com tranquilidade e em paz, sem violência e confusão.

 

 

fev 02

Licitação do Carnaval 2017, Passados quase 1 ano, no que deram as Denúncias dos Vereadores da Oposição?

Hoje quase 1 (um) ano depois da folia momesca de 2017 e das denúncias apresentadas pelos vereadores da oposição acerca de uma suposta irregularidade na licitação para realização do evento,  a população aguarda o desfecho de uma das maiores polêmicas e escândalos do governo participativo, sobre a gestão da Senhora Gilvana Evangelista.

Segundo informações dos vereadores que com apresentaram a denúncia, o processo encontra-se com o Ministério Público ainda em fase de investigação e a este caberá impetrar ou não com uma ação judicial cabível, de acordo com o parecer do Promotor de Justiça.

Relembremos:

A dona da empresa KM Produções, que venceu a licitação para contratação de bandas que animaram o carnaval em 2017 , possuía cargo na Prefeitura e portanto não poderia sequer concorrer, a mesma também é sabidamente esposa do Vereador Marcio Kizoeira (PDT)  vocalista de uma das bandas que trabalharam naquele ano e que coincidentemente faz parte da base aliada da gestão da prefeita Gilvana.

A notícia repercutiu bastante no início da gestão da Senhora Gilvana, sendo tema de vários debates na Tribuna da Câmara de Vereadores de São João dos Patos.

Provas apresentas na época mostram que a Senhora  Keyla Sodré aparece na folha de pagamento do município com o cargo de diretoria grau II. com uma remuneração R$2.100,00 dos cofres do município.

A denúncia, segundo a Promotoria, chegou ao conhecimento do MP-MA por meio de “número considerável de vereadores da cidade”, que foi ao órgão relator, no dia em que a licitação ocorria.

Os primeiros procedimentos adotados pelo Ministério Público na época foram a coleta de informações, depoimento, certidões, perícias e demais diligências, cópias do ofício foram encaminhado à CPL de São João dos Patos, solicitando notícias sobre a licitação que consagrou a K. Maria Sodré de Souza como vencedora. O mesmo documento foi encaminhado, também, para o secretário municipal de Administração, cobrando documentação referente à prestação de contas do carnaval de 2017 em São João dos Patos.

Os parlamentares denunciaram ainda, posteriormente, que a quantia a ser paga pela prefeitura foi lançada antes do ato licitatório a proprietária da K. Maria Sodré de Souza. Inclusive, diz a denúncia, o nome de constava no Portal da Transparência do município, mas, após denúncias de populares em redes sociais sobre o caso, ele foi retirado do portal orçamentário.

 

jan 31

Homem que bate em mulher não é covarde é Bandido

VDF 5Acreditem nosso município tem um grande número de denúncias, de homem que agridem mulheres, alguns destes agressores não tem um perfil típico, não usam armas e nem têm antecedentes de abuso, no outro extremo há o homens que desenvolveram um padrão crônico de agressão. Os espancamentos são constantes e eles parece sentirem pouco ou nenhum remorso. Muitos  destes agressores convivem normalmente em sociedade, exercem atividades em diversas áreas e são considerados verdadeiros lobos em pele de cordeiro. Alguns até ministram eventos religiosos.

Há vários fatores que talvez ajudem a explicar a violência contra a mulher praticada na sua maioria das vezes pelo marido, mas não a justificam. Em termos simples, bater no cônjuge ou em qualquer mulher é um grave delito, são considerados de maior potencial ofensivo e, portanto, as condenações não podem ser substituídas por medidas alternativas e, mesmo que o réu não responda a outro processo, as condenações com pena inferior a um ano também não podem deixar de ser aplicadas.

Em São João dos Patos especificamente o que se observa como fator motivador desta prática é a questão VDF 2cultural ou o chamado machismo, homem que se julgam proprietários e as mulheres suas propriedades, é comum a estes homens utilizarem a força e agressividade, por exemplo, muitos maridos, namorados, pais, irmãos, chefes e outros homens acham que têm o direito de impor suas opiniões e vontades às mulheres e, se contrariados, recorrem à agressão verbal e física.

Com base em construções culturais desse tipo, que vigoram há séculos, muitos ainda acham que os homens são ‘naturalmente superiores’ às mulheres, ou que eles podem mandar na vida e nos desejos delas, e que a única maneira de resolver um conflito é apelar para a violência.

Um problema que acontece com frequência é que os agressores, autorizados pela cultura de desigualdade entre homens e mulheres, não enxergam que cometeram uma violência e jogam a responsabilidade dos seus atos na vítima. 

Por que é tão difícil sair de uma relação violenta

Veja cinco fatores que, com frequência, corroboram para a manutenção da situação de violência por um período longo:

1) A discriminação contra as mulheres concorre não só para que a violência aconteça, mas para sua permanência.

2) O papel tradicional de mãe imposto às mulheres faz com que elas coloquem os filhos e o relacionamento do pai com os filhos em primeiro lugar.

IPG_VD_4Para além das questões objetivas, muitas vezes, a mulher acredita que, apesar das agressões, o parceiro é ‘um bom pai´, embora pesquisas demonstrem que a convivência com o ambiente violento também tem impactos negativos na saúde da criança (saiba mais).

Dos casos de violência registrados em 2014 pela Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 (Balanço 2014 do Ligue 180 – Central de Atendimento à Mulher (SPM-PR, 2015), 80% das vítimas tinham filhos, sendo que 64,35% deles presenciavam a violência,e 18,74% eram vítimas diretas juntamente com as mães.

 

3) A mulher é ameaçada de morte se acabar com a relação.

Segundo a pesquisa, 85% dos entrevistados concordam que as mulheres que denunciam seus agressores correm mais risco de serem assassinadas. E 92% concordam que, quando as agressões ocorrem com frequência, podem terminar em assassinato.

4) Ciclo de violência: ela acredita que ele vai melhorar.

5) Quando a mulher procura ajuda, é desencorajada.

O blog voltará a bordar este assunto outras vezes, com mais dados e informações pertinentes e com isso tentar conscientizar a sociedade sobre este problema tão grave que afetar sim as mulheres do nosso município.

jan 30

Procurador-geral do MP avisa: “não vamos aceitar que festa seja realizada às custas da miséria de muitos”

PRA QUEM DISSE QUE É MENTIRA!!

Procurador-geral Luiz Gonzaga não vai tolerar carnaval em cidade com salários atrasados

O procurador-geral de justiça do Ministério Público, Luiz Gonzaga Martins Coelho, deu uma dura declaração para os prefeitos que pensam em fazer o carnaval com o pagamento do funcionalismo em atraso.

Luiz Gonzaga foi taxativo: “não somos contra a cultura do carnaval, mas não podemos aceitar que a festa seja realizada às custas da miséria de muitos.”

O Ministério Público (MP), em conjunto com o Tribunal de Contas do Estado (TCE), vão barrar as festas carnavalesca nas cidades que estão com situação precárias em setores considerados como fundamentais (Saúde, Saneamento e Educação).

O município de Vargem Grande é uma das cidades que deve ter seu carnaval cancelado. A prefeitura está com salário atrasado e fará uma festa de arromba (reveja aqui). O MP deverá pedir à Justiça o cancelamento do carnaval, caso não seja efetuado o pagamento dos servidores.

jan 30

Após Ameaça de Greve e Pressão nas Redes Sociais, enfim Servidores da Saúde recebem Salários

Resultado de imagem para pagamento

Segundo informações saiu agora o pagamento atrasado dos servidores da saúde, após uma enorme pressão com ameaça de greve, críticas nas redes sociais, meios de comunicação e uma possível suspensão do carnaval enfim a prefeitura pagou aos servidores da saúde, o que lhes era devido, amém, aleluia, graças a Deus!

Em assembleia realizada no dia 29, pela manhã no Cine São João, os servidores da saúde decidiram realizar uma paralisação de advertência de 24 horas, caso os salários não sejam regularizados em 48 horas, isto é, até a próxima quarta-feira, 31 de janeiro, o governo participativo correu atrás de verbas para garantir o pagamento dos salários e consequentemente o carnaval, que estava ameaçado de não ocorrer devido a recomendação do Ministério Público e do TCE.

Foto: sertaoweb.com

jan 29

FPM: Terceiro Repasse de Janeiro Será Liberado Amanhã

Amanhã, terça-feira, 30 de janeiro, as prefeituras brasileiras receberão mais um repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Relativo ao terceiro decêndio do mês, o montante totaliza R$ 2,657 bilhões, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Em valores brutos, o repasse é de R$ 3,321 bilhões.

A equipe de Estudos Técnicos da Confederação Nacional de Municípios (CNM) fez uma análise dos valores relativos ao terceiro decêndio de 2017. Segundo os dados, o FPM apresentou uma redução de -0,87% em termos nominais, ou seja, sem considerar os efeitos da inflação. Se considerada, a queda do FPM vai para -3,34%.

Juntos, os três repasses do Fundo em janeiro deste ano somaram R$ 8,079 bilhões, frente aos R$ 7,618 bilhões de 2017. O aumento foi de 6,05% nominal. Quando incorporada aos cálculos, a inflação puxa o percentual para baixo, totalizando 3,4% de crescimento no período.

Mesmo com a queda do terceiro decêndio, a CNM lembra que os primeiros repasses de 2018 foram maiores do que no ano anterior. Para a entidade é um sinal positivo, pois demonstra um esboço de melhora na arrecadação do país.

Previsões

Estimativas da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) apontavam para um crescimento de 2,05% em janeiro. Porém, o crescimento observado foi de 6,05%. Em seu último comunicado, a STN publicou a expectativa para o FPM de fevereiro. Segundo o órgão, deve haver um aumento de 24%, em comparação aos repasses do mês anterior e 3,9% com relação ao mesmo período de 2017.

Já para o mês de março é esperado um crescimento de 5,9% em relação à março do ano passado. Mesmo com boas expectativas divulgadas pela STN, a Confederação mantém o pedido de cautela aos gestores municipais. Historicamente, os recursos do FPM do primeiro semestre sempre são maiores, o que requer um planejamento estratégico para não se ter surpresas negativas no segundo semestre.

 

Primeiro repasse do FPM

Segundo Repasse

Terceiro Repasse.

jan 25

Edital de Convocação para Assembleia Geral dos Servidores do Município de São João dos Patos

jan 24

Promotor Enquadra Município de São João dos Patos: “Vai fazer Concurso Sim”… “Se não Pagar Não tem Carnaval”!

Resultado de imagem para ministério públicoCom as declarações dos servidores do município e dos administradores do município, o representante do Ministério Público colocou que persistindo as irregularidades,  a probabilidade de não haver carnaval é de 99,9%.

Dr. Renato, segundo os presentes, ainda enfatizou que o município realizará concurso público sim, apesar de o chefe de gabinete ter anunciado em algumas reuniões que não faria concurso e nem seletivo, o promotor teria dito ainda que analisaria as provas apresentadas nas denúncias e se comprovando os fatos  poderá pedir o bloqueio das verbas.

O sindicato dos professores sinalizou que não havendo pagamento do terço de férias, os educadores poderão se mobilizar para não iniciarem as aulas na data programada.

É meus amigos a situação não é fácil, estamos vivendo uma verdadeira calamidade administrativa, onde o poder judiciário poderá intervir para que os direitos dos patoenses sejam respeitados.

jan 24

Saúde de São João dos Patos teve repasse de R$ 480 mil. “Não Pagam Porque Não Querem!”

Servidores da Saúde de São João dos Patos divulgaram que entrou um recurso extra no PAB – Piso da Atenção Básica de R$ 480 mil, que daria para pagar todos os servidores que estão em atraso, ACS, Médicos, enfermeiros, funcionários do posto de saúde. Segundo os representantes da categoria a quantia entrou no dia 22 de dezembro, por tato não pagam a todos por que não querem.

O Ministério Público está consciente dos valores repassados e ameaçou embargar a realização do carnaval caso a situação não seja regularizada, a prefeitura indagou não ter o dinheiro para pagar os servidores e  pediu o prazo de 15 dias para colocar a folha em dia,  promotor foi enfático, 99,9% de não ter carnaval.

jan 24

Servidores da Saúde de São João dos Patos Vão Paralisar as Atividades por Conta de Atraso em Salários

Resultado de imagem para greveHoje 24/01/2018, o Promotor de Justiça convocou a gestora do município de São João dos Patos e os representantes sindicais de categorias que prestam serviços a prefeitura, entre eles, professores, servidores administrativos, ACS, etc., o objetivo, saber da real situação dos pagamentos salariais e cobrar do município um ajuste de conduta para regularizar a situação, bem como a elaboração de um calendário de pagamento salarial eficiente.

Na reunião foi colocado que os professores estão com os salários em dia, mas, que ainda aguarda o terço de férias, no qual há um prazo vigente para o cumprimento, caso não haja pagamento no prazo, o Ministério Público impetrará uma ação judicial, os servidores do administrativo após adentrar com um pedido no Ministério Público, teve a situação regularizada, segundo os advogados do sindicato da categoria.

Os servidores da saúde não tiveram a mesma sorte e ainda se encontram com os salários atrasados e já sinalizam uma paralisação e não descartam a deliberação de greve, segundo representantes da categoria, haverá uma assembleia segunda-feira, 29/01, segundo vários servidores a situação é insustentável e a greve inevitável.

O que deixou a classe mais chateada é o fato de seus salários estarem em atraso enquanto servidores que estão na secretaria de saúde tem os salários em dia, incluindo a secretária Sanny Mara, filha da prefeita Gilvana e do ex-prefeito Zé Mário,vamos aguardar os próximos acontecimentos e torcer por um desfecho feliz para todos.

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress