dez 03

PCdoB e PPL anunciam fusão em grande evento político

 

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e o Partido Pátria Livre (PPL) anunciaram uma fusão entre as duas legendas, durante uma reunião de lideranças que ocorreu na tarde de domingo (2), na capital paulista. O encontro foi na sede do Sindicato dos Eletricitários de São Paulo.

Em nota assinada pelos dois partidos, as legendas informaram que as negociações para a junção dos quadros começou logo após as eleições deste ano. A ideia partiu da direção do PCdoB, que acabou mantendo o nome, apesar da união entre os dois partidos.

 Na reunião, o presidente do PPL, Sérgio Rubens, declarou que os integrantes dos dois partidos podem não concordar 100% nas diretrizes, mas que há pontos que devem ser defendidos por todos. Os partidos declararam que pretendem lutar contra a ascensão da extrema-direita no Brasil e que vão fazer oposição ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Nas eleições deste ano, os dois partidos estiveram em lados diferentes na disputa. Enquanto o PCdoB lançou a deputada federal Manuela d’Ávila como candidata a vice na chapa de Fernando Haddad (PT), o PPL tentou a Presidência da República com chapa pura. O filho do ex-presidente João Goulart era o candidato da legenda ao cargo máximo do Executivo.

O PCdoB também afirmou que realizará um congresso extraordinário da legenda, no dia 17 de março de 2019, para concluir o processo de integração entre os dois partidos.

dez 03

Chapa da oposição vence eleição para mesa diretora da Câmara de São João dos Patos

Imagem relacionadaA oposição de São João dos Patos impôs uma sonora derrota a prefeita Gilvana Evangelista na disputa pela Mesa Diretora da Câmara Municipal. A chapa encabeçada pela vereadora Thuany Costa venceu a chapa liderada pelo chefe de gabinete municipal, esposo da gestora.
Dos onze vereadores da Casa apenas um (Marcio do Kizoeira) se absteve, anunciando que lançaria uma chapa independente, se ausentando da sessão antes da votação.
A derrota torna evidente a decadência  política do líder  Zé Mário e de sua esposa  Gilvana Evangelista, que carregam o peso da rejeição popular e veem os aliados se afastarem um por um, como um navio que vai se afundando, cada um busca seu bote salva vidas e o capitão afunda com o navio.

nov 28

Em São João dos Patos mais de 200 audiências são realizadas em Mutirão Previdenciário

audiência em são joão dos patosO Fórum da Comarca de São João dos Patos está realizando mais uma edição do Mutirão Previdenciário durante toda a semana, no período de 26 a 30 de novembro, com 204 audiências agendadas. As atividades estão sob coordenação da juíza titular Dra. Nuza Maria Oliveira Lima e contam com o apoio da equipe de servidores do Fórum de São João dos Patos. As audiências do mutirão são de Conciliação, Instrução e Julgamento. Os trabalhos do mutirão têm o apoio do Procurador do INSS, Rui Marcos.

Para o mutirão, estão sendo utilizadas duas salas, com a equipe de sete servidores do fórum, entre os quais duas conciliadoras. “Durante o mutirão o expediente na secretaria judicial será normal e a meta é realizar uma média de 40 audiências diariamente. Na pauta da atividade, a resolução de processos com pedido de auxílio-doença, pensão por morte, salário-maternidade, benefício assistencial entre outros”, explica a juíza Dra. Nuza Maria Oliveira Lima.

A magistrada observa, ainda, a importância dos mutirões previdenciários tanto para os jurisdicionados quanto para a comarca, vez que as demandas previdenciárias representam um número significativo em relação ao acervo processual. “O que temos visto é que a realização do Mutirão Previdenciário é sempre um acontecimento muito esperado pelos advogados e jurisdicionados da comarca, que almejam uma solução amistosa e benéfica para ambas as partes”, destacou ela.

No ano passado, de 201 audiências realizadas, 166 resultaram em acordos, alcançando o percentual de 83% de composição e cujo valor resgatado superou a marca de R$ 900 mil, sem prejuízo das implantações de benefícios e aposentadorias. Os demais processos resultaram em extinção sem análise do mérito ou improcedência do pedido, conforme a realização ou não de instrução processual.

Fonte: Assessoria de Comunicação
Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão

 

nov 27

Oposição “rachada” facilitará vitória da Situação na Câmara Patoense

logo brandEm um total desentrosamento político, três vereadores da oposição se lançam como pré-candidatos a presidência da Câmara Municipal de São João dos Patos.

Francisco James, o “Magrão”, Giovany Beltrão e Raimundo Filho, decidiram que querem porque querem, ser presidentes da casa do povo,  mesmo que isso signifique entregar de mão beijada a mesa diretora ao grupo da situação, aliás, estes assistem de camarote o amadorismo dos colegas, sempre bem orquestrados pelo seu líder político, estes acenam para eleição de Márcio do Kizoeira, apesar  da preferência do seu “comandante” ser  pela vereadora Bidú Santana.

Manter o comando da Câmara Municipal é considerado primordial para o grupo da situação e deveria ser mais ainda para o grupo da oposição, seria um divisor de águas para quem ocupa o pólo contrário ao governo municipal, significaria um crescimento na fiscalização nas ações do executivo, claro sem obstrução à projetos que beneficie a população.

Esse “racha” dos vereadores da oposição também é estranho, já que veio de forma repentina, chega até parecer proposital, passando a imagem que os vereadores agem como meninos birrentos, “sou eu ou é ninguém”, e do jeito que a coisa tá se encaminhando “vai ser ninguém”, o que seria, me desculpem, uma burrice sem tamanho,  já que os vereadores da oposição passaram 2 anos só apreciando a situação comandando as ações da casa,  projetos não colocados em votação, autoridades que usaram e outras que não usaram a tribuna, o direito de resposta muitas vezes negada, etc.,

A derrota de um será a derrota de todos, a vitória de um poderá significar a ascensão de todos, mas, se rachar fica evidente que há algo estranho no reino da oposição, alguém tá fazendo o jogo do inimigo, qual o interesse?  o tempo dirá.

nov 26

Diretório Estadual do PCdoB faz balanço e inicia planejamento para 2020

Em reunião do diretório estadual do PCdoB-MA, nesta sexta-feira (23), a legenda começou a deliberar as primeiras estratégias de planejamento para os próximos anos, com foco no pleito de 2020. A intenção é manter os resultado obtidos nas últimas eleições municipais, em 2016, quando o PCdoB liderou o ranking como partido que mais elegeu prefeitos no Maranhão.

O encontro contou com a participação do dirigente nacional Fabio Tokarski e foi, antes de tudo, um momento de avaliação do processo eleitoral deste ano. Para o presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, a sigla apresentou excelente resultado em 2018, tendo, além da reeleição do governador Flávio Dino, eleito dois deputados federais e seis deputados estaduais.

“Uma reunião muito produtiva, que aponta, no Maranhão, o protagonismo ainda maior do PCdoB e que também nos faz pensar em ter grandes e importantes conquistas também em 2020”, defendeu Márcio Jerry, dando o pontapé inicial ao planejamento interno para os próximo dois anos.

“Em 2016 nós fomos o partido que elegeu o maior número de prefeitos no estado e vamos trabalhar para repetir a performance em 2020 e essa reunião já foi, mesmo neste ano, o ponto de partida para que a gente planeje 2019 e 2020”, informou o presidente do diretório do partido.

nov 26

Baiano morto pela polícia em Bacabal era irmão do chefe do “novo cangaço” da Bahia

Dos três suspeitos mortos no confronto com a polícia na noite deste domingo (25) durante um ousado assalto planejado na agência do Banco do Brasil na cidade de Bacabal (imagens fortes abaixo), Rafael Átila Sá Mendes, natural de Pinheiro-MA; Jean Martins Rocha, natural de Araguaína-TO e Dielson Silva, natural da Bahia, este último irmão do maior chefe de quadrilha de criminosos violentos daquele Estado.

A informação foi dada a imprensa pelo secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, que aproveitou a entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (26) para classificar de “ato de bravura” a pronta reação da Polícia Miltar à ação de uma quadrilha de criminosos de outros Estados.

“São bandidos da Bahia associados a bandidos do Tocantins e a bandidos daqui para praticar essas ações. É uma modalidade conhecida como novo cangaço, que usa extrema violência e busca matar policiais. É uma modalidade que não vamos permitir aqui no Estado do Maranhão; e isso custará muito caro para eles”, afirma Jefferson Portela.

Fonte: domingoscosta.com.br

nov 19

Oposição Unida Incomoda Muito Mais!

Resultado de imagem para Dr. Alexandre Magno são joão dos patos Resultado de imagem para Dr. Disney Resultado de imagem para paulo paraguassú são joão dos patos  

O ano de 2020 pode parecer distante, mas as articulações para as eleições municipais já se iniciam nos bastidores da política patoense.  De um lado o grupo do ex prefeito José Mário esposo da atual gestora, Gilvana Evangelista, que parece desgastada e cada vez mais distante da disputa.  Do outro lado existem algumas vertentes que se aglomeram na vivência e carências nas brechas deixadas pela administração municipal.

De todos os nomes apontados pela oposição, ninguém se destaca mais que  Dr. Alexandre Magno, este ocupa naturalmente a “cadeira da frente” da ala oposicionista, e a explicação é simples, a excelente performasse na disputa eleitoral de 2016, quando se lançou como terceira via e em um curto espaço de tempo quase  obteve uma vitória histórica, deixando a impressão que se dispusesse de mais tempo,  o resultado poderia ser outro.

Com as eleições de 2018, outros nomes ganharam destaque, entre eles,  Dr. Disney, que se lançou deputado federal, conseguindo uma votação expressiva em nosso município e apesar de não garantir a suplência, deixou o nome vivo na memória dos eleitores.

Outro que mais uma vez aparece bem e deve ser mencionado é o veterano Paulo do Zeca, que impulsionado pelo excelente número de votos dos Dep. Neto Evangelista (estadual) e Pedro Lucas (federal) pode ter renascido politicamente e pode sim, sonhar com uma eventual disputa pela cadeira do executivo.

Destaco também o nome do empresário Tangará, que já se lançou como pré-candidato a prefeito e pode ser a surpresa em 2020, como uma terceira via.

Uma das muitas falas nos bancos de aposta é que a oposição precisa deixar de ser todos por todos e mudar para todos por um. A união poderá surtir efeito diante da frágil gestão da prefeita Gilvana. Enquanto a poeira ainda baixa com os resultados das urnas deste ano algumas peças importantes do jogo político municipal para 2020 se mexem.

nov 12

A oposição da oposição

Resultado de imagem para a oposição

A oposição dos sonhos…

O grupo político que compõe o governo municipal deve definir assim a ala oposicionista patoense, devem achar que no mínimo estes são desorganizados, frágeis, sem liderança e convenhamos, a oposição não tem dado motivos para se pensar o contrário.

Um governo cheio de erros, desnorteado, impopular, sem comando, sem credibilidade, que já coleciona vários processos, seria um prato cheio para qualquer oposição,  seria… se  a oposição fosse mais unida, se esta  seguisse um caminho definido, coeso, sem rachas, sem vaidade.

Parece-me que nem a oposição esperava por uma gestão tão ruim, talvez nem estes tinham uma perspectiva um governo com tantas falhas e isso leve a oposição a um erro grave, subestimar o líder da situação.

Só isso poderia explicar uma possível reviravolta ocorrida nos últimos dias, onde se levantou uma possibilidade de um vereador da oposição se lançar candidato a presidência da câmara,   de forma independente, ou seja, sem o apoio dos aliados, fazendo com fiquem 5 vereadores, 5 da oposição e 1 independente, garantindo assim a vitória de um presidente indicado pela situação.

Parece inacreditável, depois deste mesmo vereador ter batido tantas vezes na gestão municipal, esse mesmo vereador poderá entregar de mão beijada a presidência da câmara a quem ele tanto criticou, tudo por conta de áudio que “vazou” no whatsapp e aí entra a questão da vaidade e do ego e surge a pergunta: “Por que este vereador não procurou seus pares, colocou a situação e resolveu a questão entre eles?”

Ora, se este vereador sabe que depois da mudança de posição da vereadora Rayanna Noleto, saindo da situação e indo para a oposição, ele e seus colegas passariam a ter a possibilidade matemática de elegerem o presidente da câmara, se ele sabe que esta seria uma oportunidade única para fortalecer a oposição, além de que esta medida será importante também para a população, que passará a ter uma câmara independente, por que o vereador, aceitaria fazer o jogo da situação? isso seria no mínimo estranho, seria colocar sua vaidade acima de um propósito maior, seria fazer oposição a oposição da qual ele faz parte.

Vamos aguardar os próximos acontecimentos, aguardar os jogadores moverem as próximas  peças, neste momento, pelo o que tudo indica tem um jogador no tabuleiro que conhece bem os adversários, sabe de suas fraquezas e utiliza bem isso, não é a toa  que vem colecionando vitórias, cabe aos outros jogadores observarem os lances e entrar no jogo pra ganhar, o momento é propício, basta colocar saber utilizar as peças.

 

 

nov 08

Decreto de Temer fecha portas de concursos públicos a pessoas com deficiência

O decreto assinado por Temer viola ainda as diretrizes estabelecidas pela Lei Brasileira de Inclusão (LBI) e pela Convenção Internacional da Pessoa com Deficiência

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal (MPF), levou à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, representação para que ingresse com um pedido de inconstitucionalidade do Decreto 9.546/2018 no Supremo Tribunal Federal (STF). O decreto assinado pelo presidente Michel Temer acaba com as provas adaptadas para pessoas com deficiência em concursos públicos e outros processos seletivos do governo federal. E define que critérios de aprovação serão os mesmos das pessoas que não possuem deficiência.

Para a PFDC, o novo decreto fere o artigo 3º da Constituição Federal de 1988 – que trata dos princípios da dignidade, do pluralismo, da igualdade e da não-discriminação. Viola ainda diretrizes estabelecidas pela Lei Brasileira de Inclusão (LBI) e pela Convenção Internacional da Pessoa com Deficiência, que ganharam status de emenda constitucional.

“A intuição de que algumas ocupações ou alguns cargos não condizem com a deficiência é preconceito, discriminação e desconsidera conceito atual de deficiência, que não está centrado no sujeito, e sim em seu entorno”, explicou a procuradora federal Deborah Duprat.

O ato de Temer altera o Decreto 9.508/2018, que regulamenta a aplicação das provas a partir do conteúdo da Lei Brasileira de Inclusão. A lei estipulou a “adaptação razoável” para todas as provas de concurso público e de processo seletivo, bem como para curso de formação, estágio probatório ou período de experiência. “A adaptação razoável é um conceito que atende às singularidades dos sujeitos e que, por isso, não conta, logicamente, com exceções. A sua definição já leva em conta o exercício sempre feito nessa matéria: ônus administrativo x mínimo existencial”, disse Deborah.

Para a procuradora, a Lei Brasileira de Inclusão é suficientemente clara ao estabelecer que é finalidade primordial das políticas públicas de trabalho e emprego promover e garantir condições de acesso e de permanência da pessoa com deficiência no campo do trabalho. “Se não há adaptação razoável para as provas físicas, há uma fase do concurso que compromete a participação de pessoas com deficiência, na contramão do lúcido entendimento do STF”, ressalta a PFDC.

O STF possui jurisprudência com uma série de parâmetros em relação aos critérios a serem observados pela administração pública no que se refere às políticas de cotas, estabelecendo que a reserva de vaga deve ser aplicada em todas as fases do concurso e para a carreira funcional do beneficiário.

Fonte: ​Rede Brasil Atual – RBA

out 26

Relação de suplentes dos deputados federais eleitos

Um assunto que gera incompreensão entre os eleitores é a questão da suplência. Para os cargos eleitos pelo sistema proporcional, a regra é que os suplentes serão os candidatos mais bem votados do partido ou da coligação logo depois daqueles que foram eleitos. Assim, se, por exemplo, um deputado federal deixar o cargo para assumir a secretaria de Saúde do estado, assumirá o primeiro candidato mais bem votado da lista do partido que havia ficado de fora das vagas para a assembleia estadual.

Abaixo, relação dos 18 deputados federais eleitos e os suplentes das respectivas coligações: 

Todos pelo Maranhão I.

ELEITOS

Rubens Júnior (PCdoB), Márcio Jerry (PCdoB), Cleber Verde (PRB), Pedro Lucas (PTB), Juscelino Filho (DEM), Bira do Pindaré (PSB),

Suplentes:

Simplicio Araujo (Solidariedade)

Gastão Vieira (PROS)

Todos pelo Maranhão II

(PDT/PP/PR/PATRI)

ELEITOS

Josimar Maranhãozinho (PR), André Fufuca (PP), Junior Marreca (PATRI), Gil Cutrim (PDT), Júnior Lourenço (PR),

Suplentes:

Paulo Marinho Jr (PP)

Deoclides Macedo (PDT)

ELEITOS

PT (Sozinho)

Zé Carlos (PT

Suplentes:

Dr Zé Francisco (PT)

Dr Orlando (PT)

COLIGAÇÃO PROPORCIONAL DE ROSEANA SARNEY

ELEITOS

Maranhão quer mais I

(MDB/PV/PSD/PSC/PMB/PRP)

Hildo Rocha (MDB), Edilázio (PSD), (PSC), João Marcelo (MDB)

Suplentes:
Wolmer Araujo (PV)

Victor Mendes (MDB)

COLIGAÇÕES PROPORCIONAIS DE ROBERTO ROCHA

ELEITOS

Coragem e união para fazer o Maranhão melhor I

(PSDB/REDE/PODE/DC)

Aluisio Mendes (PODEMOS)

Suplentes:

Sebastião Madeira (PSDB)

Waldir Maranhão (PSDB)

Juntos pelo Maranhão

ELEITOS

(PMN/PHS)

Eduardo Braide (PMN)

Pastor Gildenemyr (PMN)

Suplentes:
Josivaldo JP (PHS)

Professor Sá Marques (PHS)

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress